quinta-feira, 15 de março de 2012

Frescor da tarde...

Eu consigo sentir o vento no meu rosto e com ele vem o alívio da tarde. O sol escaldante está indo embora, dando espaço para o imenso céu negro brilhar. Lindas estrelas surgem ao longo dele, manchando-o de pontinhos brilhantes e no centro uma luz imensa que suga toda a atenção, sim, a lua, uma linda e poética lua brilhando em um tom dourado de encantar o coração e encher os olhos.
 Ao parar apenas um minuto para observar o céu você será tomado por sua magnitude e perfeição, seu coração se encherá de uma paz interior e por alguns segundos você saberá que valeu a pena ter passado por todas aquelas dificuldade apenas para chegar nesse sublime momento de observar o céu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário