segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Chorando.


No silêncio da noite choro pois ainda o tenho em meus pensamentos.
A sua voz ainda diz que me ama e o seu sorriso gentilmente concorda;
O som que ouço hoje é apenas mais uma canção melancólica.
Dor já não sinto mais, no lugar onde guardei você resta apenas um vazio.

sábado, 11 de agosto de 2012

Imagino.

O vento forte bate na janela,
sinto falta do calor de teus braços.
Olho para trás e imagino como seria nós dois agora,
sussurro baixinho que você ainda vai voltar,
me enganando em lembranças,
ficando perdida... mais do que está.
O movimento das ondas é uma constante indesejada,
o barulho do naufragar me lembra que está longe
e não vai voltar.
No momento errado sinto que vou desistir,
acabar com a dor e fazer dos destroços um exemplar.
Se o tivesse aqui um sorriso seria inevitável,
o olhar prolongado e a solidão de lado.
No momento não da pra pensar.
Mas como poderia eu suportar?
Essa dor que não passa e a
nostalgia do seu olhar que vem de encontro ao meu.

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Mundo.

O mundo que carrego comigo, dentro da minha cabeça, é muito melhor do que este que me acompanha.