sábado, 16 de novembro de 2013

En- endu- endurec - endurecer


O robô que hoje sou
ontem foi gente
ontem foi criança
ontem chorou.
A lata velha que me formou
ontem foi carne
ontem foi sangue
  A ferrugem que me corrói
ontem foi mentira
O buraco no peito
ontem foi você
ontem foi...
                Hoje é dor.

Um comentário: