terça-feira, 16 de setembro de 2014

Sorria, apenas isso.


Ouço o seu choro e me pergunto, o que poderia fazer? 
Como fazê-lo parar?
Me dê um motivo pra não ir junto
Nesse abismo em que se jogou
Como não pular e segurar você?
Deixe me ir contigo.
Assim poderemos sorrir novamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário