sábado, 18 de junho de 2016

Hoje estou travada, as palavras não querem sair.
Lembrar dói, escrever dói e falar é impossível.
Por isso só digo obrigada,
obrigada a todos que estiveram comigo,
aos que me abraçaram, aos que ouviram, aos que me fizeram sorrir,
os que estenderam o ombro para as diversas lágrimas não contidas,
ou aqueles que simplesmente olharam por mim, mesmo de longe.
Sim, já fazem 1 ano. Um longo e doloso ano.
Um ano de dias vazios, desentendimentos, negação, tristeza, desistência e muita luta interior.
Não estou melhor, não me sinto nada melhor.
Apenas sigo, por aqueles que estão comigo, pelos que amo.
Dizem que no final tudo se ajeita, não é mesmo?
Sigo esperando por isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário